Precisamos que você responda a uma pergunta: quantas vezes você já sentiu dor nas costas? É provável que a sua resposta inclua números acima de 1, já que o problema tem adquirido caráter recorrente entre grande parte das pessoas.

A verdade é que os péssimos hábitos posturais são os grandes causadores dos problemas de costas e coluna. Você já parou para pensar que o corpo humano, definitivamente, não foi projetado para permanecer sentado por tantas horas? Esse hábito é tão comum que poucas vezes nos questionamos sobre ele.

Outros hábitos também são causadores da dor nas costas, mas o ponto principal é: como melhorar essa situação? O problema da dor crônica é que ela compromete o dia a dia da pessoa em muitos aspectos, levando-a ao sentimento de desesperança e até mesmo ao isolamento social.

O pilates é uma atividade física que costuma ser bastante útil para quem sofre de dores causas pela hérnia de disco, por exemplo. Com movimentos idealizados para o cuidado com a postura, principalmente, o pilates pode ser realizado solo ou com o auxílio de aparelhos. Qual das duas formas é a ideal para quem sofre com dores nas costas? Esse é o assunto do post de hoje! Confira.

O pilates e a dor nas costas

Grande parte das dores nessa região acontece por problemas de musculatura. O sedentarismo, por exemplo, prejudica ainda mais já que, com a falta de movimentos, os músculos tendem a enfraquecer ainda mais.

Nesse sentido, o pilates sai ganhando. Os movimentos que compõem a prática têm foco na flexibilidade e no fortalecimento muscular das costas e do abdômen, tornando a região mais capaz de sustentar o corpo de maneira correta.

Com o tempo, bons resultados podem ser obtidos. Por ser uma atividade mais supervisionada do que as outras, o pilates auxilia no alívio das dores ao mesmo tempo em que evita que novas lesões sejam causadas.

Pilates solo x pilates com aparelhos

Nos últimos tempos, o pilates tem se popularizado bastante e, com isso, muitas academias e estúdios têm buscado oferecer aulas do método. A diferença é que a prática é dividida em dois modelos: o pilates solo, sem o auxílio de aparelhos, e o pilates que conta com movimentos realizados em equipamentos específicos. É nesse momento que as dúvidas costumam surgir. Porém, a distinção entre um e outro varia, basicamente, de acordo com o perfil do aluno e com o problema se que quer amenizar.

Por que o pilates com aparelhos é melhor para quem tem dor nas costas?

Quem sofre com lesões nas costas, precisa ter atenção na hora de realizar atividades físicas, sob o risco de agravar o problema. Esse é um dos principais diferenciais do pilates, já que as aulas costumam reunir menos pessoas e, assim, a supervisão é melhor.

No caso do pilates aparelhado, a vantagem é ainda maior pois os grupos devem ser ainda menores. Como as aulas têm menos pessoas, além da atenção ser maior, os treinos têm a chance de serem mais personalizados e focados nas necessidades e limitações de cada aluno. Isso potencializa ainda mais os resultados do pilates!

Essa variedade de movimentos que cada aparelho proporciona também uma segmentação maior de exercícios: focados em alongamento, flexibilidade, mobilidade de coluna e trabalho de membros — inferiores e superiores —, por exemplo.

Agora que você já sabe que o pilates aparelhado é a melhor opção para quem sofre com dores e lesões nas costas, é hora de escolher o estúdio que melhor atende às suas necessidades. O Espaço Boa Forma se destaca na cidade por diversos diferenciais. Quer saber o que nosso estúdio tem que os outros não têm? Confira!