Quando o assunto são as dores que causam desconforto no dia a dia, as crises de enxaqueca e a dor nas costas são campeãs. Quanto à primeira, grande parte dos que sofrem com o problema tem acompanhamento médico e segue tratamento específico. Mas é bastante comum ver pessoas se queixando de dor nas costas sem procurar por um diagnóstico.

Saber como funciona o nosso próprio corpo é um detalhe bastante importante na hora de entender por que certos problemas acontecem. A coluna é a estrutura mais importante que temos, visto que dá toda a sustentação que nosso corpo precisa. Você sabe como ela funciona? No post de hoje, você vai aprender um pouco mais sobre a sua coluna e qual é o segredo para se livrar da dor nas costas! Confira.

 

Como funciona a coluna?

A coluna vertebral é toda a extensão, do pescoço ao quadril, que sustenta o nosso corpo e nos mantém em pé. Ela é composta por ossos — as chamadas vértebras — e a sua divisão é de acordo com as regiões das nossas costas. A região cervical é a do pescoço, a torácica envolve o tronco, a lombar é a da cintura e a do sacro inclui o quadril. As áreas que costumam ser atingidas pelos problemas são a lombar a cervical.

As vértebras se encaixam uma a outra e dão à coluna o formato que ela deve ter: reto. É bastante comum que algumas pessoas apresentem desvios nesse formato; é quando acontecem problemas como hiperlordose, hipercifose e escoliose, por exemplo.

Como a coluna é a extensão que nos mantém em pé, é bastante comum que ela receba impactos dos mais variados níveis. Para isso, existe uma estrutura específica entre cada vértebra do nosso corpo. Trata-se de uma espécie de disco cartilaginoso, que pode variar em tamanho e espessura, e que tem como principal função proteger de impactos a coluna e a medula espinhal e suas raízes. Esses estão envolvidos em grande parte dos problemas de coluna atualmente. Isso porque é o desgaste dessas estruturas, gerando compressão e atrito entre as partes, que causa dores intensas e limitações motoras.

Outra parte importante — e que está relacionada à coluna vertebral — é a questão dos músculos. Nós temos músculos que agem diretamente sobre a coluna e outros que estão mais às margens dessa estrutura. Esse último, por exemplo, tem como função auxiliar na estabilização das costas. O problema maior é que, sem a devida atenção, esses músculos podem enfraquecer e até mesmo atrofiar! Isso dificulta ainda mais a vida de quem já sofre com algum outro problema ligado diretamente à coluna.

Além disso, a dor nas costas tende a reduzir a mobilidade da região (ou mesmo de grande parte do corpo), já que o desconforto pode ser grande. Assim, sem movimentar a região, a tendência é que os músculos dali sejam ainda mais prejudicados, visto que não estão sendo trabalhados.

 

O problema da dor nas costas

Como você já pôde ter visto, os problemas de coluna estão em função das mais diversas ações sobre as nossas costas. A mais comum é o desgaste, que pode atingir as estruturas da coluna, desfortalecendo-a e causando pressão e atrito.

Para você ter ideia do tamanho — literalmente! — do problema, o desgaste dos discos intervertebrais, por exemplo, pode causar diminuição na estatura! Vale dizer, ainda, que essa diminuição é o menos pior dos males.

Os problemas que causam dor nas costas podem ser de várias ordens, dos hereditários aos que resultam de péssimos hábitos do dia a dia. A escoliose, por exemplo, é um problema cuja causa é, em maioria, de nascença ou em virtude de doenças que causam paralisia cerebral ou muscular. Já a hérnia de disco tem como principais causas o sedentarismo, o excesso de peso e a má postura.

 

O segredo para se livrar da dor nas costas

Como você viu, grande parte dos problemas de dor nas costas acontecem pela lesão ou enfraquecimento de estruturas da coluna, causando pressão e atrito entre as partes. Também falamos sobre como a musculatura das costas é importante, tanto para evitar que esses problemas surjam quanto para remediá-los quando acontecem. Assim, fica fácil imaginar qual é a solução para sofrer menos com esse tipo de problema.

O fortalecimento da musculatura é a melhor saída para quem quer prevenir ou tratar as dores nas costas. De um modo geral — e considerando que grande parte dos problemas causam pressão e atrito —, no caso daqueles que já sofrem com algum problema, fortalecer os músculos da região ajudará na sustentação da coluna, aliviando a pressão nas regiões de maior problema. No caso daqueles que ainda não têm problemas com isso, prevenção é a palavra-chave. E o fortalecimento dos músculos também faz parte disso.

Mas como conquistar uma musculatura fortalecida? Com exercícios físicos eficientes e focados nisso! Há uma série de atividades físicas que trabalham os músculos, mas para quem sofre com as dores nas costas é preciso adicionar um ponto de atenção: o exercício deve ser de pouco impacto. Isso porque, na maioria dos casos, são justamente a pressão e o impacto que agravam o problema e intensificam a dor.

Atividades na água são bastante interessantes. O pilates também é uma atividade que vem conquistando adeptos a cada dia que passa, sobretudo aqueles que sofrem com problemas ósseos e de coluna. Mas é importante dizer que tanto o diagnóstico do problema quanto a sugestão da atividade física devem ser indicados pelo médico ou profissional da saúde.

Agora que você já sabe o que pode resolver sua dor na coluna, que tal saber mais sobre os 5 problemas que causam esse tipo de dor? Veja também como o pilates pode ajudar quem sofre com dor nas costas!