Junto com a depressão e a ansiedade, a dor na coluna pode ser considerada um mal do século — que, conforme o tempo passa, se torna muito mais comum e frequente no dia a dia das pessoas. Você sabia que a dor nas costas está entre as principais causas de aposentadoria por invalidez no Brasil?

Esse problema, que é também uma das preocupações da Organização Mundial da Saúde (OMS), pode ser sintoma de uma série de problemas, que devem ser diagnosticados e receber o devido tratamento e cuidado. No post de hoje, nós separamos algumas das principais doenças que costumam se manifestar pela dor nas costas e coluna! Confira.

 

1) Osteoporose

A osteoporose é bastante conhecida por ser um desgaste que afeta os ossos do corpo, tornando-os mais frágeis e causando bastante dor. Esse tipo de deficiência nos ossos pode acontecer em qualquer parte do corpo, incluindo a coluna. Quando essa região é afetada, tarefas como andar, sentar e levantar objetos podem ser dificultadas.

Dados importantes revelam que as mulheres compõem o grupo que tem mais chances de desenvolver o problema, mas fatores como sedentarismo, tabagismo e baixos níveis de cálcio e vitamina D também contribuem para o quadro da doença.

A maior dificuldade, porém, é diagnosticar precocemente a osteoporose. Isso porque as dores, no início, não costumam se manifestar nitidamente. Quando há dor intensa, o problema já está em grau avançado. Dessa maneira, o melhor a se fazer é cuidar e prevenir!

 

2) Osteofitose

Talvez você não conheça essa doença pelo nome, mas se falarmos sobre “bico-de-papagaio”, você provavelmente vai se lembrar de alguém que já teve o problema. A doença causa dor nas costas pois, ao redor do disco da coluna, surgem pequenas expansões ósseas, os osteófitos, que têm formato de gancho.

A predisposição genética, a sobrecarga e problemas como fratura e ruptura de ligamentos podem ser alguns do causadores do problema que, com o envelhecimento, pode ficar ainda pior. Também nesse caso, a melhor opção é prevenir: boa postura e exercícios físicos são mais do que bem-vindos!

 

3) Hérnia de disco

Causada pelo rompimento ou movimentação dos discos amortecedores situados entre as vértebras, a hérnia de disco também é um problema bastante comum entre as pessoas. A dor desse problema é causada, principalmente, porque os nervos espinhais são comprimidos com esse deslocamento discal. O tratamento depende do tamanho da lesão e do disco afetado, mas na maioria dos casos a prática de determinados exercícios físicos, como o pilates, pode ajudar bastante!

 

4) Artrose

A artrose é outro problema relacionado aos discos intervertebrais. Isso porque o desgaste dos discos faz com que a coluna fique instável e o nosso corpo, ao tentar estabilizá-la, desenvolve porções de osso entre as articulações. Assim, a movimentação acaba ficando mais difícil e rígida. A melhor coisa a se fazer, nesse caso, também é prevenir: o fortalecimento dos músculos e da postura com exercícios físicos é a melhor opção!

 

5) Lordose

A lordose é, basicamente, a curvatura da coluna vertebral, especificamente na região inferior das costas. Resumidamente, é quando o formato da coluna faz com o que o corpo todo da pessoa pareça descansar sobre a cintura, levando-a para frente. Os maiores agravantes do problema são a má postura — clássica entre os problemas de coluna —, a fraqueza muscular, a gravidez e o excesso de peso. O tratamento inclui exercícios físicos funcionais e posturais, como o RPG e o pilates.
Agora que você já sabe quais são os principais causadores das dores nas costas e coluna e também que os exercícios são bons aliados no tratamento desses problemas, que tal conferir o post especial que preparamos sobre o pilates para dor nas costas? Você sabe qual é a diferença entre o pilates solo e o com aparelhos? Confira!