Em tempos de correria (e, principalmente, de tecnologia), tem sido cada vez mais difícil conciliar a vida e as necessidades do corpo. Em meio a tantas atividades do dia a dia, dormir o suficiente e se alimentar direito, por exemplo, já são grandes desafios que grande parte das pessoas não consegue cumprir.

Além disso, ainda há as questões de atividade física, que assombram muita gente. Recomenda-se a prática semanal (ou, ainda, diária) de exercícios físicos na promessa de uma vida menos sedentária e com mais saúde. E é exatamente sobre isso o post de hoje: sedentarismo.

 

A sua vida é sedentária?

Você se considera uma pessoa sedentária? Há grandes chances da sua resposta ter sido “sim”. Mas você sabe, exatamente, o que é o sedentarismo? Na verdade, o conceito é relativamente simples: ao contrário do que se pensa, o sedentarismo não é a ausência total de exercícios físicos, mas sim a falta de atividades físicas suficientes para o bom desenvolvimento do corpo.

Isso não quer dizer que você deve, necessariamente, correr 20 km por semana ou fazer 3 h de academia por dia. Quer dizer, apenas, que você deve praticar uma atividade física com certa regularidade e frequência. E essa prática pode se dar de diversas maneiras, dentro e fora de academias, com aparelhos ou sem aparelhos e até mesmo em meio à rotina diária.

 

X hábitos para driblar o sedentarismo

 

1) Tenha uma rotina e seja fiel a ela

A questão da rotina divide o mundo em dois grandes grupos: aqueles que a amam e aqueles que a odeiam. Mas a verdade é que o hábito de organizar o seu dia e respeitar essa organização pode fazer o seu dia render mais.

Os que não gostam de rotina sabem: quando esse é o assunto, a ideia que se forma é a pior possível. Mas a verdade é que a sua rotina é você quem faz! Coloque os seus compromissos fixos no papel e observe as lacunas que sobram; a partir disso, você maneja tudo aquilo que gostaria (ou tem) de fazer nos horários que restaram. Se você é do tipo que não gosta de acordar cedo, por exemplo, jogue os exercícios físicos para o fim do dia e opte por fazer algo mais prazeroso pela manhã.

 

2) Aproveite as escadas (da maneira certa)

Essa dica você provavelmente já deve ter ouvido diversas vezes. É fato que subir e descer escadas é um ótimo exercício físico; há, inclusive, academias que já contam com equipamentos que simulam os movimentos de escada! Mas se a ideia de subir os 10 andares do seu prédio pela escada já te faz perder o fôlego, aí vai a nossa dica especial: respeite os limites do seu corpo.

Você não precisa subir logo de cara os 10 ou 15 andares pelas escadas. Comece subindo os 2 primeiros e, no dia seguinte, suba mais 2. Quando você menos esperar, já será capaz de subir todos os andares sem tanto sofrimento.

 

3) Aproveite a caminhada (da maneira certa)

O hábito de caminhar é extremamente benéfico à saúde: melhora a circulação, reduz os níveis de colesterol e estimula o metabolismo. Mas engana-se quem pensa que essa atividade física se resume somente a separar 1h no fim do dia, colocar o tênis e sair por aí. É perfeitamente possível conciliar a caminhada com os afazeres do seu dia a dia.

Você já deve estar cansado de ouvir a recomendação de utilizar menos o carro e mais a caminhada para se transportar. Mas nós sabemos que nem sempre é possível dispôr de tempo e de segurança para fazer isso.

Uma dica interessante é abusar das possibilidades na hora de estacionar o carro: considere deixar de estacionar na porta do seu trabalho e parar o carro a alguns quarteirões de distância. Você não precisa parar a 2km de distância, mas vá aumentando esse espaço com o passar do dia. Quando você menos esperar, já será possível caminhar uns 10 ou 15 minutos por dia e espontaneamente!

 

4) Experimente diferentes atividades físicas

De um modo geral, além dos pequenos hábitos no dia a dia, você pode escolher uma atividade física para se dedicar mais intensamente. No começo, a variedade de opções disponíveis pode assustar, mas é exatamente essa a vantagem: há exercícios para todos os gostos e você deve usar isso ao seu favor!

Se você não gosta de academia, experimente atividades que se dão em outros tipos de ambiente; se você não gosta aulas genéricas, que tal tentar uma atividade mais exclusiva e com um monitoramento mais individual? A verdade é que opções não faltam.

Outra dica importante sobre experimentar diferentes atividades é que você deve escolher aquela que te dá mais ânimo e prazer. As chances de você se sentir mais motivado para realizar uma atividade que você gosta são imensas. Por isso, apaixone-se por um exercício físico!

Agora que você já sabe alguns hábitos para mudar a vida sedentária, é hora de entrar em ação (literalmente!). Buscar por uma vida mais saudável é, por si só, um hábito que deve ser cultivado e alimentado diariamente.

 

a solução para quem não gosta de academia

5 atividades físicas diferentes para você experimentar